• cartasparabarbara

A Culpa é das Estrelas

Atualizado: 2 de nov. de 2021




Elogio de Hazel para Gus:



Hazel Grace Lancaster:

Hello. My name is Hazel Grace Lancaster. And Augustus Waters was the star-crossed love of my life.

Ours is an epic love story and I probably won't be able to get more than a sentence out without disappearing into a puddle of tears. Like all real love stories, ours will die with us, as it should. You know, I'd kind of hoped that he'd be the one eulogizing me, because there is really no one else...

I'm not gonna talk about our love story, 'cause I can't. So instead I'm gonna talk about math. I'm not a mathematician, but I do know this: There are infinite numbers between zero and one. There's point one, point one two, point one one two, and an infinite collection of others. Of course, there is a bigger set of infinite numbers between zero and two or between zero and a million.

Some infinities are simply bigger than other infinities.

A writer that we used to like taught us that. You know, I want more numbers than I'm likely to get, and God, do I want more days for Augustus Waters than what he got. But Gus, my love, I can not tell you how thankful I am, for our little infinity.

You gave me a forever, within the numbered days. And for that I am... I am eternally grateful. I love you so much.


Augustus Waters:

I love you too.



Hazel Grace Lancaster:

Olá. Meu nome é Hazel Graze Lancaster. E o Augusto Waters foi o grande amor estrela cruzada da minha vida.

O nosso amor é uma história épica e eu provavelmente não vou conseguir pronunciar mais do que uma frase sem me afogar em uma poça de lágrimas. Como todas as histórias de amor verdadeiro a nossa vai morrer com a gente, como deve ser. Eu imaginava que ele é que faria um elogio fúnebre sobre mim. Porque realmente não tem não tem mais ninguém.

Não vou falar sobre a nossa história de amor porque eu não posso. Então em vez disso, eu vou falar de matemática. Eu não sou formada em matemática mas eu sei de uma coisa, há uma infinidade de números entre 0 e 1, tem 0,1; 0,12; 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente existe uma infinidade ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre 0 e 1 milhão.

Alguns infinitos são simplesmente maiores do que outros.

Um escritor de quem gostávamos nos ensinou isso. Pois é, eu queria mais números do que provavelmente vou ter. E, Deus, eu queria mais números para Augustus Waters do que os que ele teve. Mas Gus, meu amor, eu não posso te dizer o quão grata sou pelo nosso pequeno infinito.

Você me deu uma eternidade dentro dos dias numerados e por isso eu sou... eu sou eternamente grata. Eu te amo muito.


Augustus Waters:

Eu te amo também.



Despedida:



Hazel Grace Lancaster:

It was unbearable... The whole thing. Every second, worse than the last.

One of the first things they ask you in the ER is to rate your pain on a scale from one to ten. I've been asked this question hundreds of times. And I remember once when I couldn't catch my breath and it felt like my chest was on fire, the nurse asked me to rate my pain. Though I couldn't speak, I held up nine fingers.

Later, when I started feeling better, the nurse came in and called me a fighter. "You know how I know?" she said. "You called a ten a nine." But that wasn't the truth. I didn't call it a nine because I was brave. The reason I called it a nine was because I was saving my ten.

And this was it... This was the great and terrible ten.



Era insuportável ... A coisa toda. Cada segundo, pior que o anterior.

Uma das primeiras coisas que eles pedem no pronto-socorro é classificar sua dor em uma escala de um a dez. Esta pergunta já me foi feita centenas de vezes. E eu me lembro de uma vez quando eu não conseguia recuperar o fôlego e parecia que meu peito estava pegando fogo, a enfermeira me pediu para avaliar minha dor. Embora eu não pudesse falar, levantei nove dedos.

Mais tarde, quando comecei a me sentir melhor, a enfermeira entrou e me chamou de lutadora. "Você sabe como eu sei?" ela disse. "Você chamou um dez de nove." Mas isso não era verdade. Não chamei de nove porque era corajosa. A razão pela qual chamei de nove foi porque estava guardando meu dez.

E foi isso ... Este foi o grande e terrível dez.



Elogio de Gus para Hazel:



Augustus Waters:

Mr. Van Houten. I'm a good person, but a shitty writer. You're a shitty person, but a good writer. I think we'd make a good team.

I don't wanna ask you for any favors, but if you have the time - and from what I saw you had plenty - please fix this for me: It's a eulogy for Hazel. She asked me to write one, and I'm trying, but I just... I could use a little flair.

See, the thing is... we all wanna be remembered. But Hazel's different. Hazel knows the truth. She didn't want a million admirers, she just wanted one. And she got it. Maybe she wasn't loved widely, but she was loved deeply. And isn't that more than most of us get?

When Hazel was sick, I knew I was dying, but I didn't wanna say so. She was in the ICU when I snuck in for ten minutes and I just sat with her before I got caught. Her eyes were closed, her skin pale, but her hands were still her hands, still warm, and her nails were painted this dark blue black color, and... I just held them. And I willed myself to imagine a world without us and what a worthless world that would be.

She's so beautiful. You don't get tired of looking at her. You never worry if she's smarter than you, 'cause you know she is. She's funny without ever being mean. I love her. God, I love her, I'm so lucky to love her, Van Houten.

You don't get to choose if you get hurt in this world, but you do have a say in who hurts you. And I like my choices. I hope she likes hers. Okay, Hazel Grace?


Hazel Grace Lancaster:

Okay.



Augustus Waters:

Sr. Van Houten. Sou uma boa pessoa, mas um escritor de merda. Você é uma pessoa de merda, mas um bom escritor. Acho que formaríamos uma boa equipe.

Não quero te pedir nenhum favor, mas se você tiver tempo - e pelo que vi tem bastante - por favor, conserte isso para mim: é um elogio para Hazel. Ela me pediu para escrever um, e estou tentando, mas eu só ... eu poderia usar um pouco de talento.

Veja, a questão é ... todos nós queremos ser lembrados. Mas Hazel é diferente. Hazel sabe a verdade. Ela não queria um milhão de admiradores, ela só queria um. E ela conseguiu. Talvez ela não foi amada amplamente, mas foi amada profundamente. E isso não é mais do que a maioria de nós consegue?

Quando Hazel estava doente, eu sabia que estava morrendo, mas não queria dizer isso. Ela estava na UTI quando eu entrei furtivamente por dez minutos e apenas sentei com ela antes de ser pego. Seus olhos estavam fechados, sua pele pálida, mas suas mãos ainda eram suas mãos, ainda quentes, e suas unhas estavam pintadas dessa cor de preto azul escuro e ... Eu apenas as segurei. E desejei imaginar um mundo sem nós e que mundo sem valor seria.

Ela é tão bonita. Você não se cansa de olhar para ela. Você nunca se preocupa se ela é mais inteligente do que você, porque você sabe que ela é. Ela é engraçada sem nunca ser má. Eu a amo. Deus, eu a amo, tenho tanta sorte de amá-la, Van Houten.

Você não pode escolher se vai se machucar neste mundo, mas você tem uma palavra a dizer sobre quem o machuca. E gosto das minhas escolhas. Espero que ela goste das dela. Ok, Hazel Grace?


Hazel Grace Lancaster:

Ok.



Livro e Filme: "A culpa é das estrelas", John Green.



0 visualização0 comentário